Governo de PE autoriza licitação para ‘privatização’ de três rodovias; veja estradas que terão pedágio

O governo de Pernambuco autorizou, nesta sexta (6), a abertura de licitação que faz parte do processo de “privatização” de três rodovias estaduais. O projeto prevê o rapasse para a iniciativa privada de áreas das PEs 50,60 e 90. Haverá cobrança de pedágio em todos os trechos, que somam 234,6 quilômetros.

Ainda segundo projeto, o trecho de concessão da PE-50 fica entre a rodovia BR-232, que é administrada apelo estado, a partir de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, e Limoeiro, no Agreste. São 40 quilômetros de extensão que devem ser repassados para a empresa vencedora da licitação.

O trecho a ser “privatizado na PE-60 fica entre a BR-101, no cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, e a divisa com o estado de Alagoas. São 86,5 quilômetros incluídos no projeto de concessão.

Também incluída no plano, a PE-90 deve ter concessão para a iniciativa privada de 107,6 quilômetros de extensão, entre a BR-408, em Carpina, na Zona da mata Norte, e a BR-104, em Toritama, no Agreste.

Secretário-executivo de Parcerias e Estratégia do governo de Pernambuco, Marcelo Bruto disse que em todas as rodovias que passarão para a iniciativa privada haverá cobrança de pedágio.

O gestor também anunciou os prazos do processo. “Devemos publicar o edital ainda em maio e fazer os leilões em agosto. A assinatura do contrato deve ocorrer até o fim deste ano”, informou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *