Mãe de menina que morreu atingida por uma TV na escola pede justiça

Nesta quinta-feira (14), três anos e meio após a morte de Isabela Targino Marques de Lima, uma menina de cinco anos que foi vítima de um acidente ocorrido em sala de aula numa escola particular em Salgueiro, a mãe da criança, Silvana Targino, participou do Programa Balanço Geral de Pernambuco, na TV Guararapes, afiliada da Record TV, pedindo por justiça após o arquivamento do caso.

O acidente ocorreu no fim da manhã de 9 de outubro de 2018. Belinha, como era carinhosamente chamada, estava em sala de aula, quando um aparelho de televisão caiu sobre ela. A criança foi socorrida inicialmente no Pronto Socorro São Francisco, na mesma cidade, e depois, transferida para o Hospital da Restauração, em Recife, onde faleceu. Na época do ocorrido, a polícia informou que a criança esbarrou na mesa onde estava o aparelho de televisão.

Durante a entrevista, Silvana disse que houve falhas na perícia da Polícia Civil. Segundo a mãe de Belinha, que também era funcionária da escola, as fotos do inquérito apresentam um cenário diferente do dia do acidente. Várias divergências foram relatadas por Silvana, umas delas foi que a TV estaria numa mesa de plástico, enquanto nas fotos da perícia, o televisor estava em uma mesa de madeira.

“A perícia foi feita baseada apenas no que a escola falou, como se eu não fosse ninguém. Eu quero justiça por minha filha, eu quero que reabram o caso dela que foi arquivado, quero que investiguem”, disse Silvana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *