Cidades do Sertão começam a imunização de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid

Diversas cidades do Sertão de Pernambuco já começaram a imunização de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19. Entre elas, Salgueiro, Terra Nova e Parnamirim.

Em Terra Nova, a vacinação começou nesta terça-feira (18). A primeira criança do município a receber a dose pediátrica da Pfizer contra a Covid-19 foi Arthur Menezes de Sá Lima, de dez anos. O garoto que tem autismo disse após a imunização: “Já tive covid e foi uma experiência amedrontadora. Vacina salvam vidas. Me vacinei e não senti nada”.

Em Salgueiro, a imunização contra Covid das crianças teve início na segunda (17). Apolo Gabriel Santos, de nove anos, que tem paralisia cerebral, foi a primeira criança imunizada contra a covid-19 no município. A imunização começou pelos alunos da APAE. Além de Apolo, mais cinco crianças foram vacinadas. A vacinação infantil deu continuidade na ACS – Associação Cultural Salgueirense.

Em Parnamirim, as primeiras doses da vacina contra Covid-19 para a imunização do público infantil também foram aplicadas na terça-feira (18). Foram imunizadas crianças com doenças crônicas, Autismo e Síndrome de Down.

Todas as crianças vacinadas receberam o certificado de coragem, sendo, agora, membros da liga dos vacinados que lutam contra o coronavírus e suas variantes.

Anvisa deve aprovar nesta quarta (19) o uso de autoteste de Covid

A diretoria colegiada da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) se reúne na tarde desta quarta-feira (19) para discutir a liberação dos autotestes de Covid-19 no país. A sessão está prevista para as 15h.

O pedido de autorização do uso dos autotestes foi feito pelo Ministério da Saúde e apresentado à agência na semana passada. A solicitação da pasta acontece em um momento em que o Brasil vê crescer a procura por testes rápidos na rede assistencial de saúde, sobretudo devido à expansão da variante Ômicron pelo país.

Por isso, o estoque de exames de detecção da Covid-19 vem se esgotando em algumas capitais. Diante desse cenário, o Ministério da Saúde afirma que liberar os autotestes pode desafogar os serviços de saúde e ampliar as oportunidades de testagem para pessoas com suspeita da doença.

O autoteste em análise é o antígeno, cujo resultado é revelado em menos de uma hora. O pedido do Ministério da Saúde é que os exames possam ser vendidos em farmácias e drogarias.

Por determinação da Anvisa, no Brasil não é permitida a venda de exames de antígeno para serem feitos em casa. Apenas as farmácias realizam o procedimento. Com uma sensibilidade considerada alta, o exame se dá por meio da coleta de material do nariz com um cotonete ou por saliva.

Nova defesa divulga carta em que suspeito de matar Beatriz se diz inocente

Depois que a defesa de Marcelo da Silva, o suspeito de matar a facadas Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, divulgou, nesta terça-feira (18), uma carta em que ele muda a própria versão e se diz inocente, alegando ter confessado o crime sob pressão, a Secretaria de Defesa Social (SDS) negou qualquer irregularidade no inquérito.

Por meio de nota, a pasta disse que a polícia filmou o depoimento do acusado e ressaltou que a identificação dele se deu após comparação de DNA, “uma prova técnico-científica”.

No texto, a secretaria afirmou que a investigação ocorre “dentro de todos os parâmetros legais, com zelo e lisura”.

“O indiciamento do suspeito do crime foi realizado após a identificação positiva através de comparação de DNA. Essa é uma prova técnico-científica, que foi ratificada pela confissão do preso que se coaduna com as demais provas existentes no inquérito policial e é compatível com a dinâmica dos fatos e toda a linha de tempo descoberta durante a investigação”, informou.

Por fim, o órgão acrescenta que o caso segue sob sigilo e que dá continuidade às diligências solicitadas pelo Ministério Público do Estado.

O advogado Rafael Nunes, que se apresentou como novo representante de Marcelo, divulgou a carta em que o suspeito afirma que não matou a criança, assassinada a facadas em no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, no Sertão do Estado, em 2015. “Eu sou inocente, eu não matei a criança, confessei na pressão. […] Preciso de ajuda, estou com medo de morrer”, diz trecho da mensagem. “Quero falar com a mãe da criança. Quero a proteção da minha mãe”.

Secretaria de Saúde de Pernambuco abre seleção pública simplificada com 240 vagas

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), mantém seu compromisso em completar e reforçar as escalas de plantão das unidades de saúde, principalmente neste momento de alta nos casos respiratórios, e lança uma nova seleção pública simplificada com 240 vagas. Desse total, serão contratados temporariamente 189 médicos, 44 de outras profissões de nível superior e 2 de nível médio, além de 4 arquitetos e 1 engenheiro civil para a Agência Pernambucana de Vigilância em Saúde (Apevisa).

As inscrições, que devem ser feitas pelo selecionases.saude.pe.gov.br, começam nesta segunda-feira (17/01) e seguem até a quinta (20/01). O edital está disponível no Diário Oficial do último sábado (15/01), além de publicado no portal.saude.pe.gov.br.

A seleção será realizada em etapa única, de caráter classificatório e eliminatório, que consistirá em análise curricular. A divulgação do resultado preliminar será no dia 27/01. Os recursos serão recebidos até as 23h59 do dia 28/01. Já a divulgação do recurso e resultado final será no dia 02/02.

Os profissionais serão convocados para atuação em serviços de saúde localizados nas I (Recife), II (Limoeiro), IV (Caruaru), V (Garanhuns), VII (Salgueiro), IX (Ouricuri), XI (Serra Talhada) e XII (Goiana) Gerências Regionais de Saúde (Geres), além das unidades regionais da Apevisa nas I, IV, VIII (Petrolina) e XI Geres.

Cargos médicos: cardiologista, cirurgião pediátrico, cirurgião vascular, clínico geral, endoscopista, infectologista, intensivista (adulto e pediátrico), neonatologista, radiologista, pediatra, tocoginecologista e neurocirurgião.

Analista em saúde: fisioterapeuta em terapia intensiva, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, enfermeiro sanitarista, enfermeiro uteísta, fisioterapeuta respiratório, engenheiro civil e arquiteto.

Assistente em saúde: técnico em farmácia, técnico em radiologia.

“Nunca cometi um crime tão bárbaro”, diz suspeito de assassinar Beatriz

“Eu não vou mentir, não. Eu sou o criminoso que cometi aquele crime. Eu nunca cometi um crime na minha vida tão bárbaro igual a essa consequência que houve”. A declaração faz parte do depoimento do suspeito de ter matado a facadas a menina Beatriz Angélica, em uma escola particular em Petrolina em 2015, à Polícia Civil.

Os novos trechos da confissão de Marcelo da Silva, de 40 anos foram divulgados com exclusividade pela Tv Globo. Ele confessou o crime para dois delegados da força-tarefa responsável pela investigação do caso, logo depois de o DNA contido na faca utilizada no assassinato da criança de 7 anos apontar que ele seria o assassino.

O depoimento aconteceu no dia 11 de janeiro de 2022, no presídio de Salgueiro. Marcelo demonstrou medo de falar sobre o crime. “Em um caso desses aí, você sabe que, se a gente voltar pros presídios, a gente tá morto, né?”, disse.

A confissão do assassinato de Beatriz ocorreu após quase uma hora à frente dos delegados. Durante o depoimento, Marcelo chorou e disse que decidiu confessar porque muitas pessoas foram prejudicadas pelo ato dele. Ele também falou aos delegados que quer pedir perdão à mãe de Beatriz.

Marcelo da Silva cumpre pena por estupro de vulnerável, ameaça e cárcere privado. Ele estava preso desde 2017 no presídio de Salgueiro e foi transferido para o presídio de Igarassu, no Grande Recife, no dia 13 de janeiro de 2022.