Alunos da Univasf/Salgueiro emitem Carta Aberta cobrando ação do prefeito na doação de terreno do campus

Estudantes do curso de Engenharia de Produção da Universidade do Vale do São Francisco – Univasf campus Salgueiro divulgaram, na tarde desta terça-feira (25), uma Carta Aberta questionando o prefeito do município, Marcones Sá, sobre a inércia no repasse do Projeto de Lei para votação na Câmara de Vereadores de Salgueiro.

O Projeto visa regular a doação do terreno da antiga Estação Ferroviária e prorrogar o prazo das obras do campus universitário. Segundo o corpo acadêmico, a reunião com o atual prefeito e os representantes acadêmicos aconteceu no dia 12/04/2021, mas até hoje não foi realizada nenhuma ação por parte do gestor municipal.

“Quando vamos colher os frutos da Educação? Precisamos da sua atenção. O tempo não para!”, dizia um vídeo publicado pelos alunos. Eles afirmam que podem ser bastante prejudicados, caso percam o terreno.

“Até agora não temos nenhuma resposta sobre o terreno. Já tivemos a proposta de um outro terreno, que foi rejeitada pela comunidade acadêmica devido a distância do centro e dos locais para alimentação, e nisso ficamos sem nenhum. Por que a prefeitura não enviou o Projeto de Lei da renovação de doação do terreno? Logo o senhor que é ‘a favor’ da educação?”, reclamou uma estudante.

Doação do terreno

Em maio de 2018, a Câmara de Vereadores aprovou e o ex-prefeito Clebel Cordeiro sancionou, o Projeto de Lei n° 009/2018 que autorizava a prefeitura a doar uma área total de 88.663,84m² da antiga estação ferroviária à Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco) para construção de um campus na cidade. A Universidade tinha dois (2) anos para construção do campus, mas devido a pandemia, não foi possível cumprir o prazo e agora a instituição precisa novamente da aprovação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *