Visando o prazo das eleições, Governo de Pernambuco anuncia reajuste para servidores estaduais

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, enviou, nesta quarta-feira (23), projeto de Lei à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) que concede reajuste linear de 5% no vencimento base para servidores públicos.

Também seguiu para o Legislativo pernambucano um projeto que prevê a elevação dos vencimentos para as polícias e bombeiros, de até 20%, incluindo a Civil, que está em greve há nove dias.

A proposta também prevê aumento no valor do vale-refeição, que passa a R$ 242 mensais para servidores com carga horária de 30 horas semanais e R$ 334,40 para quem cumpre 40 horas por semana.

O projeto também concede a Parcela de Valorização do Servidor – Pares, que varia de acordo com o nível de escolaridade de cada cargo. Para servidores com nível fundamental, o valor nominal será de R$ 400; para os com nível médio, R$ 600; e para aqueles que têm nível superior, R$ 800.

Por causa da eleição, os servidores públicos não poderão receber reajuste salarial a partir de abril. A proibição vai até o fim da campanha eleitoral. A legislação determina que, em ano de eleições, servidores não podem receber aumento de salário. O objetivo é garantir o equilíbrio da disputa.

Atualmente, o Estado conta com 127.947 servidores ativos, 75.066 aposentados e 26.037 pensionistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *